Lançamento do livro " Indústria naval brasileira, modelo de previsão do impacto socioeconômico: os casos de estaleiros na Bahia e em Alagoas" acontece em Maceió, AL

Português, Brasil

Os estudos sobre a  indústria de construção naval brasileira, a partir das inovações tecnológicas na montagem dos navios e na manutenção de uma escala de produção competitiva, são apresentados no livro Indústria naval brasileira – modelo de previsão do impacto socioeconômico: os casos de estaleiros na Bahia e Alagoas, de Marden Vergetti Cardoso Dória, professor do Instituto Federal de Alagoas (IFAL) Campus São Miguel dos Campos.

A obra é resultado da pesquisa desenvolvida pelo servidor no Programa de Pós-graduação em Engenharia Industrial da Universidade Federal da Bahia (PEI) em parceria com o IFAL, que aplicou um modelo matemático, através da correlação linear demonstrando que a instalação de um estaleiro eleva consideravelmente os indicadores sociais e econômicos, como reforça os indicadores do Ipea:  forte geração de emprego e renda; desenvolvimento de uma rede de fornecedores nacionais de insumos, peças e componentes; oportunidades para a expansão de processos de inovação e de novas tecnologias em produtos e processos; desenvolvimento e expansão do segmento de produção de plataformas de exploração e produção de petróleo e de gás offshore; implementação e ampliação de serviços de cabotagem de óleo bruto e derivados; aumento da capacidade de conquista de mercados externos; e efeitos significativos sobre a formação bruta de capital fixo, entre outros.

Nessa linha, o autor apresenta um diferencial na produção acadêmica ao apresentar cenários e indicadores com base em Poter, alicerçando o planejamento estratégico do segmento naval no contexto de Alagoas e Bahia, demonstrando que a implantação dos estaleiros levaria ao crescimento dos valores de PIB e ICMS, referendada matematicamente na relação direta entre investimento em E&P, mais o aumento da demanda de produção de sondas e melhoria dos indicadores econômicos nos estados pesquisados.